18/01/10

...

"Amar é como uma droga. No principio vem a sensação de euforia, de total entrega. Depois, no dia seguinte, tu queres mais. Ainda não te viciaste, mas gostaste da sensação e achas que podes mantê-la sob controlo. Pensas durante dois minutos e esqueces por três horas. Mas aos poucos, acostumas-te com aquela pessoa, e passas a depender completamente dela. então, pensas por três horas, experimentas a mesma sensação que os viciados têm quando não conseguem arranjar a droga. Nesse momento, assim como os viciados roubam e se humilham para conseguir o que precisam, tu estás disposto a fazer qualquer coisa pelo amor".

in "Na Margem do Rio Piedra eu sentei e chorei"
P.S. - Não tenho tido muito tempo livre, nem vontade de escrever, nem nada para dizer sinceramente. Deixo aqui mais uma das minhas frases preferidas de livros. Voltarei quando tiver algo a dizer, ou mais tempo disponível e fotos para mostrar. Até lá...

3 comentários:

Maria Manuela disse...

Mas está tudo bem, certo? Isso é que importa!

:)

Menina do Mar disse...

Gostei muito de ler este livro ;)
E deixa lá, a falta de tempo não é so um problema teu...

beijinho

Moretti disse...

Olá Miúda, espero que logo voltes a brindar-nos com tuas postagens.
bjs