25/05/09

Guilty pleasures...


Eu até ia escrever um post profundo, daqueles mesmo profundos como não se vê por aqui muitas vezes mas, mudei de canal e estava mesmo a começar na RTP2 o "Serviço de Urgência" e eu simplesmente não consegui resistir... é a série que mais me marcou até hoje!

Cresci com ela, vivi a minha adolescência com ela, lembro-me de vir do cinema com os amigos aos sábado à noite (aí aos 14 ou 15 anos) e vir para casa ver o E.R. que começava por essa hora. Hoje aprendo com esta série algumas coisas, é que o Michael Crichton era mesmo médico e há ali muita coisa real no meio da ficção.

Mudou tanta coisa nestes mais de 10 anos, o meu personagem favorito morreu, os restantes mudaram tantas vezes que já lhe perdi a conta, mas a essência está lá. Não sei se vai durar muito mais tempo mas espero que sim, porque é mesmo uma série fantástica!

3 comentários:

Anabelaqbd disse...

Eu tb adoro e acompanho desde o inicio. Para mim um dos episódios mais emocionantes foi o da morte o Mark... Lembro-me que chorei imenso.
Bjs

Moretti disse...

Puxa Miuda, eu simplesmente AMO o ER, tenho todos dos boxes comprados e sempre os assisto, realmente, chorei quando o dr, Mark Greene morreu no fim da oitava temporada. mas chorei como um menino pequeno. bom ver que tens um ótimo gosto!

Menina do Mar disse...

Eu adoro-te, eu amo, ER!!! também faz parte da minha infância, já vejo à tanto tempo.
O dr. green...aqueles últimos episodios acho que marcaram toda a gente, a mim inclusive.
*