26/06/09


Há pessoas inesquecíveis, incontornáveis, marcantes, goste-se ou não. O Michael Jackson era uma delas. Perdi grande parte do seu auge enquanto artista, era pequena para me lembrar mas assisti à sua decadência. Não era, nem de perto nem de longe um dos meus artistas favoritos, mas era de facto o rei da pop assim como a Madonna é a rainha, e isso é inegável...está para nascer outro igual!

2 comentários:

Saltos Altos Vermelhos disse...

realmente é uma pena :( podia ter dado tanto mais...

Swadharma disse...

Mas era dos meus favoritos!
O primeiro CD que tive dele foi aos 10 anos, o History! FANTÁSTICO!
É daqueles que se pagam as músicas. Uma compilação FANTÁSTICA! Não é como os modernos best of com 4 hit's e 10 musicas de segunda escolha!
Foi o artista do milénio passado. Um icone, um simbolo... alguém com um poder único. Um daqueles raros seres que não morre!